Pesquisa

Afinal, como ter longevidade no dias de hoje?

como ter longevidade: casal de idosos em floricultura
30/10/2019
2 minutos de leitura

A população brasileira está envelhecendo — é o que mostram as pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Segundo os dados, até 2060 o nosso país vai contar com mais idosos do que jovens. Isso mostra que as pessoas estão se cuidando e conseguindo viver mais, mas também apresenta alguns desafios. Afinal, como ter longevidade atualmente? 

Mesmo com os avanços da tecnologia, ainda encontramos dificuldades para manter a saúde em dia. Será que existem dicas ou fórmulas para conquistar esse feito?

Neste texto, vamos explicar como ter longevidade e falar sobre 7 práticas que você pode adotar para alcançá-la! Acompanhe!

Entenda o conceito de longevidade

Você já parou para pensar em quantos anos quer viver? Há diversos fatores que podem influenciar nesse quesito, como cuidados com a saúde, a qualidade do local onde você mora, como é a sua alimentação e vários outros pontos. Você sabe o que quer dizer longevidade?

No dicionário, a palavra longevidade está apresentada como um substantivo feminino que significa longa duração da vida ou muita idade. No caso, a questão não é só viver muito tempo, mas ter saúde para conseguir desfrutar de uma vida ativa e feliz.

No geral, como mostramos, o Brasil está vivendo uma era de longevidade, pois a expectativa de vida aumentou e atualmente fica entre 75 e 76 anos. Os números são animadores, mas ainda estão abaixo das taxas de países mais desenvolvidos, como os da Europa. Lá, as pessoas têm expectativa de vida maior e pode chegar até os 80 anos.

A verdade é que ninguém conhece uma fórmula para se ter longevidade, mas existem cuidados e hábitos que podemos tomar no dia a dia para chegar a mais de 60 anos de idade bem, esbanjando saúde. A seguir listamos algumas práticas para conquistar esses resultados. Confira!

Conheça 7 práticas para viver mais e melhor

como ter longevidade: duas senhoras amigas dando risada

Agora que você já sabe qual é o conceito, é necessário falar sobre os melhores hábitos para entender como ter longevidade

Conforme a idade vai avançando, precisamos ter ainda mais cuidados, e algumas práticas ajudam nesse quesito. Existem as mais simples, como beber água, mas outras requerem um pouco mais de tempo, como o gerenciamento do estresse e até mesmo a busca por um sono de melhor qualidade. Confira as principais a seguir.

1. Prefira alimentos naturais

A alimentação saudável consegue manter o nosso organismo em equilíbrio, aumentando a longevidade e fazendo com que conquistemos o envelhecimento saudável. Para alcançar esses resultados, é bom evitar o consumo de produtos industrializados, como corantes, conservantes e alergênicos, pois eles afetam diretamente a saúde física e mental.

Os vegetais que têm a cor verde-escura, como a couve e o espinafre, são considerados fontes de ácido fólico, a conhecida vitamina B9, que ajuda em diferentes funções do nosso organismo:

  • protege o DNA das células de degenerações ajuda na prevenção de vários tipos de câncer;
  • evita doenças como a depressão;
  • fortalece todo o sistema imunológico;
  • auxilia na prevenção de doenças do coração;
  • reduz as chances de infarto.

2. Durma bem

O sono é um reparador essencial para a nossa saúde física e mental. Quando passamos noites mal dormidas, isso não resulta só em cansaço e é prejudicial em vários aspectos à saúde. Isso acontece porque a ação acaba comprometendo as funções metabólicas do nosso corpo.

É importante dormir entre sete e oito horas por noite. Além disso, sempre que possível reserve alguns minutinhos para tirar pequenos cochilos quando sentir necessidade. Existem pesquisas que mostram que esse hábito, que é comum nos países com expectativa de vida mais alta, protege o coração, reduz a liberação de hormônios do estresse e melhora a disposição na hora de fazer as atividades cotidianas.

3. Administre o estresse

O estresse pode ser causado pelas pressões do mundo externo ou pelos nossos hábitos, como uma má alimentação, falta de sono, tabagismo, sedentarismo e desidratação.

É impossível controlar tudo ao nosso redor, já que situações que causam o estresse acabam não dependendo só de nós e envolvem outros fatores. Em função disso, é fundamental alimentar o nosso corpo com bons alimentos, melhorar os hábitos, pensamentos e não dar espaço para que os problemas gerem algo ruim.

4. Mantenha o cérebro funcionando

Fazer exercícios não serve apenas para o corpo, mas gera bons resultados quando você exercita o cérebro, contribuindo para o aumento da longevidade e evitando doenças degenerativas.

O hábito da leitura é um bom exemplo desse tipo de atividade estimulante — afinal, ler nos faz exercitar várias partes dele, melhora a concentração e desperta a criatividade. Além disso, fazer atividades como palavras-cruzadas, jogos de tabuleiro ou aprender uma nova língua. Tudo isso ajuda a aumentar a capacidade cerebral.

5. Beba água

Outra dica fundamental para quem quer saber como ter longevidade é tomar bastante água. O corpo humano é formado por 70% desse líquido, o que faz dele o nutriente mais rico do organismo.

Um detalhe importante é: nem todo líquido é água. Mesmo que na composição de sucos e vitaminas a água esteja presente, esses produtos não são tão benéficos quanto a água pura para manter a hidratação necessária ao corpo.

6. Pratique atividades físicas

O exercício físico é fundamental para a vida de qualquer ser humano, principalmente para ter um envelhecimento saudável. A questão vai além da estética: é importante para a saúde. 

Quando há uma combinação de exercícios e uma dieta balanceada, os resultados são um organismo saudável e com menos incidência de doenças. Além disso, os benefícios da prática de atividades são:

  • controle do peso corporal;
  • ossos, articulações e músculos mais saudáveis;
  • redução do índice de quedas em pessoas com mais de 60 anos;
  • alívio de dores — artrite e artrose, por exemplo;
  • redução de sintomas de doenças como ansiedade e depressão;
  • mais independência e autonomia.

7. Seja feliz

A felicidade espontânea é capaz de reduzir os níveis de estresse. Isso aumenta a circulação da endorfina, um hormônio responsável pela sensação de bem-estar. Além disso, sorrir ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e melhora a circulação do sangue no corpo.

Aqui, mostramos algumas dicas do conceito da longevidade, exemplificamos hábitos para conseguir isso e ter um envelhecimento saudável. É importante entender que a palavra vai muito além do tempo em que se vive, abrangendo a qualidade de como se vive. 

Comece a incorporar hábitos mais saudáveis à sua rotina — como comer melhor e se hidratar constantemente — e você vai ver como ter longevidade é um processo mais natural e tranquilo do que você imagina!

Gostou de saber um pouco mais sobre o assunto? Então compartilhe este conteúdo nas redes sociais para que outras pessoas tenham acesso às informações que listamos aqui!

Powered by Rock Convert
Tags:

Compartilhe:

“A Nova Idade não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos frequentadores do portal. A Nova Idade repudia qualquer forma de manifestação com conteúdo discriminatório ou preconceituoso.”

Você pode se interessar também:

  Desenvolvido por Ventron