Pesquisa

Faça produções de tricô incríveis com estas 4 dicas

dicas de tricô
13/03/2020
1 minuto de leitura

Está com um tempo livre na sua rotina e gostaria de aprender a fazer algo novo? Então, essas dicas de tricô foram feitas para você. Ocupar os seus dias se dedicando a um hobby é ótimo para estimular a memória e a cognição, melhorar a saúde mental e ter maior qualidade de vida.

O tricô é uma técnica de costura manual muito antiga, que usa duas agulhas e uma linha bem grossa para produzir as mais diversas peças, com variados pontos. Aprender a tricotar, além de ajudar a passar o tempo, pode ser uma maneira de ganhar um dinheiro extra vendendo as suas obras.

Por isso, neste texto, vamos dar diversas dicas de tricô e mostrar as peças mais escolhidas para você aplicar essa técnica. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Conheça os diferentes tipos de pontos de tricô

O primeiro passo para começar a tricotar é conhecer os principais pontos de costura. Desse modo, é possível dar continuidade à prática e começar a confeccionar diversas peças.

A seguir, veja os pontos mais usados!

Ponto de liga

Esse é basicamente o primeiro ponto que se aprende no tricô. Com a agulha direita vazia, passe-a pelo primeiro ponto (anteriormente pronto na agulha esquerda), faça um laço, passe a agulha por trás e puxe.

Em seguida, basta repetir esse processo até que todos os pontos estejam na agulha direita. Para fazer o lado avesso, basta passar a agulha com os pontos para o lado esquerdo e fazer esses mesmos passos.

Ponto inglês

O estilo inglês é muito famoso e também pode ser chamado de ponto meia duplo. Para fazê-lo, basta segurar a linha com a mão direita e deixar a agulha vazia. Em seguida, faça um número de pontos par na agulha esquerda e prepare apenas uma carreira normal, totalmente em meia.

Em seguida, intercale, com a agulha direita, um ponto meia e um ponto meia duplo (nesse caso, em vez de passar a agulha pelo primeiro espaço, entre com ela no buraco adjacente, logo embaixo). Nos últimos pontos, você perceberá que não é possível fazer o ponto meia duplo, portanto, termine com dois pontos meia.

Ponto mate simples

O mate simples é feito da seguinte maneira:

  • retire o primeiro ponto, com o fio por trás do trabalho, antes de concluir a meia;
  • faça o ponto seguinte em meia;
  • no lado esquerdo, transpasse o ponto que não tem meia pelo que foi tricotado — lembre-se de segurá-lo para não perdê-lo;
  • repita todos esses passos.

Ponto furadinho

O furadinho tem o seu charme único justamente por apresentar alguns buracos entre as tramas. Para fazê-lo, é necessário 4 carreiras de repetições (duas no direito e duas no avesso), sendo 3 delas feitas em pontos de liga e a terceira carreira em meia — nesse caso, intercale entre um laço, um ponto meia e dois juntos em meia.

Ponto de arroz

Nesse caso, comece com um ponto em meia, passe o fio para frente e faça-o em liga. Repita esse processo por todo o lado da frente. No avesso, execute o contrário: pontos em liga intercalados por meias.

Confira as peças que você pode produzir com tricô

dicas de tricô

Agora que você conhece alguns pontos de tricô para produzir as suas peças, vamos dar algumas sugestões do que você pode fazer com o aprendizado. A seguir, confira algumas ótimas ideias!

Agasalhos

A lã é um material excelente para produzir roupas de frio, pois ela ajuda a reter o calor do corpo e a aquecer por mais tempo. Desse modo, vale a pena apostar em fazer agasalhos estilosos em tricô para toda a sua família.

Saias

E por que não fazer uma saia de tricô? Para essa peça, você pode usar diferentes cores e pontos para deixá-la bem produzida e com um toque de elegância por conta da costura.

Boleros

Os boleros são um tipo de casaco com o comprimento mais curto. Por isso, são boas opções para usar em dias mais amenos, como nas estações outono e primavera. Além do mais, uma peça dessas produzida em tricô fica bem mais elegante e criativa.

Cachecóis

Os cachecóis são praticamente as peças mais produzidas em tricô. Mais uma vez, por conta da linha, essa ideia é ótima para usar em dias mais frios e se proteger das baixas temperaturas. Além de cair muito bem com roupas de inverno, esse acessório é ótimo para proteger a garganta quando se está doente.

Cardigãs

Cardigãs de tricô são peças muito procuradas em todo lugar. Ao contrário do bolero, esses são casacos com um comprimento maior, passando da altura dos quadris. Além disso, costumam ser abertos (sem zíper) e têm tudo a ver com a moda casual.

Suéteres

Os suéteres de tricô também são muito conhecidos. Nesses casos, vale a pena apostar em muitas cores, estampas diferentes e até mesmo desenhos temáticos, como árvores de natal, bonecos de neve, entre outros.

Acessórios para a casa

Quem disse que não dá pra fazer peças de tricô para a casa? Os tapetes artesanais com essa técnica são ótimas decorações para colocar em cômodos como a sala de estar e quarto, principalmente quando são confeccionados com o ponto furadinho.

Outra ideia ótima é produzir peças de tricô para colocar no abajur, assento sanitário, entre outros objetos usados em casa. Assim, é possível adicionar um charme extra em cada item e contribuir para a decoração dos ambientes.

Dicas de tricô para produções incríveis

Agora que você já tem ideias de peças para fazer em tricô, quer saber como caprichar nas produções? Então, não perca essas 4 dicas que separamos especialmente para você!

1. Acerte na escolha da linha e agulha a serem utilizadas

Para escolher a linha adequada, é preciso considerar o que você pretende produzir. Em seguida, lembre-se de procurar agulhas do tamanho correto para cada espessura da lã ou malha escolhida.

Por exemplo, suponha que você queira fazer uma peça com a costura mais fechada, porém, não muito grossa, como uma meia. Nesse caso, vale a pena optar por um material de espessura média, como fios de 4 mm e agulha de número 4.5.

2. Invista no acompanhamento de tendências de cores e peças

Para acertar em cheio na sua obra, vale a pena ficar por dentro das peças que estão em alta no momento, assim como as cores favoritas do ano e da estação. Para isso, é interessante acompanhar sites e revistas de moda e artesanato.

3. Aposte na aplicação de acessórios como paetês e pedrarias

Para criar uma peça ainda mais criativa, por que não incrementá-la com novos adereços? Detalhes com pedrarias e brilhos fazem toda a diferença em um trabalho e ainda dão mais valor a sua criação.

4. Ofereça diferentes cortes

Apostar em cortes inusitados também é outra ótima ideia para gerar um diferencial em suas obras. Para isso, é ideal estudar as formas geométricas e como elas podem ser aplicadas com elegância nas roupas e acessórios.

Agora que você já está por dentro dessas dicas de tricô, não espere mais tempo para começar a colocar a mão na massa. Caso ainda não domine a técnica, vale a pena procurar um curso para expandir os seus conhecimentos e ainda aumentar o seu ciclo social.

Para se manter atualizado com as novidades do portal Nova Idade, assine a nossa newsletter! Os conteúdos vão chegar diretamente em seu e-mail e, assim, você não perde nema publicação!

Powered by Rock Convert
Tags: , ,

Compartilhe:

“A Nova Idade não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos frequentadores do portal. A Nova Idade repudia qualquer forma de manifestação com conteúdo discriminatório ou preconceituoso.”

Você pode se interessar também:

  Desenvolvido por Ventron