Pesquisa

Câncer de próstata: sintomas e cuidados apresentados por um especialista

câncer de próstata
26/06/2020
1 minuto de leitura

Diante da elevada incidência do câncer de próstata em nosso país, buscar formas de compreender melhor o comportamento dessa doença é essencial. Além das características próprias desse tumor, as mudanças na pirâmide etária também reforçam a necessidade de mais atenção e cuidados com a saúde masculina para prevenir esse e outros tipos de câncer.

Nessa perspectiva, vamos descrever o que é o câncer de próstata, seus tipos, sintomas e os fatores que ameaçam a saúde do homem. Confira, ainda, a importância de procurar por ajuda qualificada e ter atenção especial aos exames específicos para mapear e tratar os casos precocemente. Acompanhe!

Entenda o câncer de próstata

A próstata é uma glândula exclusivamente masculina que tem tamanho de uma ervilha e que fica localizada abaixo da bexiga e adjacente ao reto. Essa glândula envolve uma parte da uretra, estrutura responsável pela condução da urina para o meio externo. A função dela é produzir um líquido que entra na composição do sêmen.

No Brasil, a incidência desse tipo de tumor está cada vez mais elevada, principalmente nas últimas décadas. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), para 2020, a estimativa é de 65.840 casos novos no país. Entre as questões que mais influenciam o número de casos, destacam-se o aumento da expectativa de vida e a evolução tecnológica que ampliou os métodos de avaliação diagnóstica.

Vale destacar que esse tumor é mais prevalente na terceira idade, porém, como pode evoluir de forma silenciosa — sem nenhum sinal ou sintoma durante muitos anos —, o ideal é iniciar a vigilância por volta dos 45 anos de idade.

Saiba quais são os sintomas

câncer de próstata

Uma das características dos tumores é variar o comportamento e se expressar de modo diferente de acordo com a condição de saúde de cada pessoa, podendo crescer de modo mais acelerado que o normal, atingir outros órgãos e evoluir para quadros mais graves e irreversíveis.

Por isso, na nova idade, além de adotar hábitos saudáveis, o acompanhamento médico regular é fundamental para prevenir a doença. No início, os sintomas podem ser confundidos com o crescimento benigno da próstata. Nessa fase, alguns sinais como dor referida ou dificuldade ao urinar, jatos curtos de urina e dores abdominais podem ser frequentes.

Já na fase mais avançada, as manifestações provocam dor óssea, infecção grave e complicações urinárias que, muitas vezes, evoluem até mesmo para a insuficiência renal. Porém, vale destacar que nem sempre um problema na próstata significa câncer.

Nisso reside a importância de realizar exames periodicamente para identificar doenças como prostatite ou hipertrofia benigna da próstata, as quais são mais frequentes e podem surgir em homens mais jovens.

O Dr. Ariel Scafuri, especialista em Urologia, alerta sobre a relevância dos exames para obter esse diagnóstico. Ele explica que “de qualquer forma, se surgirem alguns desses sintomas, deve-se sempre procurar um especialista para avaliar se realmente é uma doença maligna”.

Sobre a relação entre os exames e as possibilidades de remissão da doença, o urologista destaca que o exame de toque retal e o de PSA são imprescindíveis ao diagnóstico precoce e aumentam muito as chances de cura.

Conheça os diagnósticos e tratamentos

Quanto aos sintomas, é necessário ficar atento para não confundi-los com sinais urinários de uma outra doença que apresenta manifestações semelhantes: o tumor benigno da próstata. Esse conhecimento é importante para não causar pânico, principalmente em homens da nova idade, que compõem o grupo de risco.

Então, o fato de sentir ardor para urinar, ir muitas vezes ao banheiro ou sentir o jato fraco nem sempre pode ser indicativo de câncer de próstata. Nesse aspecto, o Dr. Ariel Scafuri faz questão de deixar claro que o sintoma mais comum é não ter nenhum sintoma, o que reforça a necessidade de começar medidas de prevenção o mais cedo possível para que haja um envelhecimento saudável.

O especialista também destacou a principal vantagem de realizar os exames diagnósticos precocemente. Segundo ele, como o câncer de próstata tem o desenvolvimento lento, há uma grande oportunidade de tratar o problema no começo, o que, tanto sob a forma de cirurgia quanto uso de métodos de quimioterapia ou de radioterapia, traz resultados muito eficazes.

Sobre a importância da escolha do tratamento adequado, Dr. Scafuri alerta que isso depende de muitos fatores. Ele disse também que existem quatro opções: a primeira é não se fazer nada: “isso é algo que assusta porque o câncer na cabeça das pessoas é algo que mata, mas o câncer de próstata tem desenvolvimento lento.”

Sobre o que determina a escolha, o urologista ressaltou que em um paciente de idade muito avançada, por exemplo, não é viável fazer uma cirurgia para tratar o problema, pois a estimativa de vida já é menor.. Outra alternativa é a radioterapia e a última opção são os hormônios, tratamento escolhido quando não se pode utilizar nenhum dos anteriores.

Descubra como se prevenir

Para esclarecer melhor a importância do exame físico da próstata, Dr. Scafuri faz uma comparação interessante: “imagine um exame em que é preciso colocar o dedo na sua boca. Só que, em vez de ser o buraco de cima, é o buraco de baixo. Assim é o exame de toque, mas existe aquele preconceito do machismo característico do homem latino.”

O especialista em Urologia deixou claro que o exame não é agradável. Mas é totalmente suportável e o procedimento é muito rápido, durando apenas alguns segundos. Mediante a relevância do toque retal para o curso da doença, os estigmas e os preconceitos que o envolvem precisam ser combatidos.

O médico destacou ainda que o câncer de próstata pode ser prevenido com exercícios físicos, melhoria do estilo de vida e bons hábitos alimentares. Alguns alimentos podem, inclusive, retardar o aparecimento do tumor: alho, coentro, repolho e gengibre têm propriedades que ajudam a reduzir a ação dos agentes cancerígenos.

Por fim, vale destacar que a atenção e o cuidado às medidas preventivas na saúde masculina são fatores que não podem ser ignorados. O câncer de próstata, assim como outras doenças, pode ser devidamente controlado por meio do diagnóstico precoce. Logo, os homens que já atingiram a nova idade devem buscar ajuda profissional para proteger a saúde e alcançar uma longevidade mais saudável.

Este conteúdo foi útil? Aproveite para conferir também um artigo sobre como ter mais longevidade!

Powered by Rock Convert
Tags: , ,

Compartilhe:

“A Nova Idade não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos frequentadores do portal. A Nova Idade repudia qualquer forma de manifestação com conteúdo discriminatório ou preconceituoso.”

Você pode se interessar também:

  Desenvolvido por Ventron